Site Overlay

CURAÇAO

CURAÇAO

Curaçao é uma ilha colonizada pelos holandeses e um dos destinos maravilhosos do Caribe. Este lugar fica a apenas 70 quilômetros da Venezuela e faz parte do Reino dos Países Baixos. O holandês é a principal língua da ilha, mas o inglês, o espanhol e principalmente o papiamento (um dialeto misturado com várias línguas diferentes – português, incluindo o português) são falados localmente. Com apenas 150.000 habitantes, esse lugar se destaca entre as ilhas do Caribe com uma economia baseada nas refinarias de petróleo e no turismo, com clima agradável o ano todo e proteção contra furacões.

Willemstad, a capital de Curaçao, é dividida em Otrobanda e Punda, e a ligação entre as duas é uma ponte flutuante que se move quando os navios são obrigados a passar pela baía para chegar ao porto. Passear pela capital, especialmente Punda, é como descobrir um pedaço perdido da Holanda no Caribe. O edifício é um ícone holandês e um dos encantos de Curaçao, e suas origens não se escondem em suas paredes coloridas.

Circulavam pelo país rumores de que um ex-governante acordava todos os dias com dor de cabeça e olhava pela janela, sua dor intensificada pelos reflexos nas paredes brancas da capital. Ele então ordenou que a casa fosse pintada de uma cor diferente para resolver seu problema. Se a dor de cabeça do regente melhorou, não sabemos, mas é seguro dizer que é um dos poucos lugares do mundo onde trocar o verniz de uma casa algumas vezes por ano é considerado normal.

Curaçao faz parte das Ilhas ABC (Aruba, Bonaire e Curaçao) e é conhecida por suas praias cristalinas, de um azul profundo e claro, perfeitas para mergulho. Ver Kenepa, uma praia de um azul perfeito que lembra uma piscina, é uma certeza no paraíso ou bem perto dele. Normalmente, os brasileiros viajam entre Aruba (mais para os gostos norte-americanos) e Curaçao (com um toque europeu distinto e charmoso). Algumas das praias do país são pagas, o que não tira o charme e garante uma boa estrutura para os turistas.

No exterior, o país também tem muita história e foi o centro do tráfico de escravos. Esses fortes, que antes serviam para proteger a capital de invasões, agora são shoppings perfeitos para ver algumas lojas e saborear uma boa comida. Alugue um carro, explore as praias da ilha, passeie pelo centro da cidade, mergulhe com os peixes e desfrute de um pouco do toque europeu-latino-americano. Bon bini – Bem-vindo a Curaçao.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.