Site Overlay

JALAPÃO

JALAPÃO

Quando o sol se põe no meio do cerrado do Tocantins, as Dunas do Jalapão mudam de cor e assumem um forte tom dourado nos buritis. É nesse momento que a área fica ainda mais impressionante, quando o Jalapão deixa claro suas belas dimensões. O dia está chegando ao fim, mas a jornada pela região está apenas começando. O Jalapão oferece aos visitantes vistas desobstruídas em uma vasta área protegida de 34.000 quilômetros quadrados, todos eles infiltrados por trilhas, planaltos e, ao contrário à primeira vista, há abundância de água. Esteja preparado para o sol forte e certifique-se de que há sempre uma fervura ou rio ao longo do caminho para refrescar o calor.

Atrações do Japão

Como um dos melhores destinos para os amantes do ecoturismo no Brasil, o Jalapão ainda está sendo descoberto por viajantes que gostam de explorar novos roteiros. O difícil acesso ajuda a preservar a área, que ainda tem poucos turistas em busca das atrações do Cerrado. Mas quem arrisca não vai se arrepender. O Jalapão oferece aos visitantes rios límpidos e deliciosas cachoeiras, como a Cachoeira da Velha e a Cachoeira do Formiga; o raro fenômeno dos fervedouros, nascentes profundas transformadas em oásis que permitem flutuar com facilidade; um conjunto de dunas douradas perfeitas para o pôr do sol; formações rochosas saem no papel, perfeitamente desenhados pela natureza, como a Serra do Espírito Santo e a Pedra Furada. O difícil é saber tudo em uma viagem, então organize-se de volta. Confira mais dicas do que fazer no Jalapão!

Onde fica o Jalapão e como chegar

O Jalapão fica a 300 km do Aeroporto de Palmas (PMW), principal porta de entrada para quem vem de outros estados em busca das belezas da região. De Palmas, é preciso pegar a estrada. A estrada do Jalapão é indicada para quem tem larga experiência na areia. Um veículo com tração 4×4 é essencial para chegar ao Jalapão e conhecer bem as estradas da região. Por isso, o mais comum entre os turistas é viajar para o Jalapão por meio de uma agência de viagens e não por conta própria.

O principal acesso de Palmas ao Jalapão é a TO-030 até Santa Tereza do Tocantins e depois a TO-130 até a Ponte Alta. O trajeto de Palmas a Ponte Alta é totalmente pavimentado e seguido por uma trilha de areia. Para quem se dirige a Mateiros, o passeio continuará pela TO-255. Saiba mais sobre como visitar o Jalapão.

Melhor época para ir a Jalapão

O Jalapão pode ser visitado o ano todo, mas é importante conhecer as estações chuvosa e seca para escolher a melhor época para você. Há pouca chuva durante a estação seca de maio a setembro, e o ar fica mais seco quanto mais próximo de setembro. A vantagem é que quanto mais seco o clima, mais bonito o pôr do sol no Jalapão. A estação chuvosa, que vai de outubro a abril, é uma época em que as cachoeiras são mais aguadas, mas o clima instável pode atrapalhar caminhadas, escaladas na trilha da Serra do Espírito Santo e shows de pôr do sol.

O calor no Jalapão é constante e, mesmo na época das chuvas, o sol não aparece. As temperaturas variam muito pouco ao longo do ano, com máximas variando de 30°C a 34°C e mínimas variando de 15°C a 20°C. A temperatura da água dos fervedouros e cachoeiras é sempre agradável, uma lufada de ar puro no calor escaldante do Tocantins. Descubra informações mais detalhadas sobre quando ir a Jalapão.

Quanto tempo ficar em Jalapão

Demora pelo menos dois dias para conhecer as principais atrações da região do Jalapão, incluindo o Parque Estadual do Jalapão. Dessa vez é suficiente para experimentar tudo o que o Jalapão tem a oferecer. Para conhecer melhor o Jalapão, o ideal é ficar na região de 5 a 7 dias, tempo suficiente para mergulhar em várias cachoeiras, fervedouros, ou até mesmo investir em uma trilha (melhor passar pelo topo da Serra do Espírito Santo para ver o sol sair). Como o turismo ainda está sendo descoberto, novas atrações podem ser esperadas nos próximos anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.