Site Overlay

LENÇÓIS MARANHENSES

LENÇÓIS MARANHENSES

As areias finas e brancas marcam o caminho paradisíaco dos viajantes pelo Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. As lagoas de água doce entre as dunas formam um cenário como nenhum outro no mundo, e é impossível não se emocionar ao chegar ao topo da paisagem e ver a imensidão dos Lençóis Marahances. Os Lençóis Maranhenses estão localizados no noroeste maranhense, a 250 quilômetros da capital, Saint-Louis, e atrai turistas ao mar em busca do fenômeno único da lagoa entre morros. O melhor dos Lençóis Maranhenses é que a cada novo fluxo de água entre as dunas, a sensação de estar no paraíso se repete. Está planejando uma viagem aos Lençóis Maranhenses ou sonha em ir para lá? Prepare-se para explorar o Brasil e um dos lugares mais incríveis do mundo!

Quando ir aos Lençóis Maranhenses

Ao seguir para os Lençóis Maranhenses, fique atento ao calendário para ver o fenômeno lagunar em meio às dunas. A alta temporada para os Lençóis Maranhenses ocorre durante e após as chuvas, principalmente entre abril e agosto. No auge da seca, de outubro a dezembro, quase todas as lagoas desaparecem e a paisagem cheia de água se transforma em um deserto gigante. A verdade, porém, é que os Lençóis Maranhenses são lindos o ano todo, com ou sem lagoa cheia. Conheça informações mais detalhadas sobre quando viajar para os Lençóis Maranhenses.

O que fazer nos Lençóis Maranhenses

Com 155 mil hectares, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é considerado o maior parque de dunas do Brasil. A reserva é enorme, mas a área dos Lençóis Maranhenses é ainda maior que o parque nacional. Os passeios mais populares incluem Circuito Lagoa Azul, Circuito Lagoa Bonita, Lagoa das Emendadas e Canto de Atins. Este é certamente um passeio imperdível para quem visita os Lençóis Maranhenses.

Enquanto a lagoa é a principal atração, o turismo lá vai ainda mais longe. Quem visita os Lençóis Maranhenses pode passar alguns dias nas praias de Caburé e Atins, passear pelos Rios Preguiças e Rio Formiga, e até praticar kitesurf que se desenvolve muito na região. Todas as rotas incluem veículos 4×4, belas paisagens, águas cristalinas e areia consistentemente fina e muito branca. Como se não bastasse, a vastidão dos Lençóis Marahences ainda pode ser apreciada no sobrevoo. experiência inesquecível!

Quem busca uma experiência mais profunda pode investir em um passeio a pé pelo Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Esta rota leva de três a cinco dias e é um sonho tornado realidade para muitos aventureiros e certamente a melhor e mais intensa maneira de conhecer o lugar.

Não há paisagem no mundo que se compare aos Lençóis Marahences. Isso por si só é suficiente para visitar a área. No entanto, seja um cenário único, os Lençóis Maranhenses conquistam todos os visitantes por estarem imersos em pura beleza. Para ter certeza, é só assistir o pôr do sol do alto das dunas ou dentro de uma das lagoas. Não é difícil se apaixonar pelo destino. Acontece com todos.

Como chegar aos Lençóis Maranhenses

Chegar aos Lençóis Maranhenses pode não ser a tarefa mais fácil, mas cada segundo de viagem vale a pena! Quem visita os Lençóis Maranhenses tem três principais bases turísticas da região: Barreirinhas, Santo Amaro e Atins. O ideal seria conhecer a maior parte do Parque Nacional dos Lençóis Marahences e conhecer os três parques nacionais. O único aeroporto da região é o Aeroporto de Barreirinhas, que só aceita voos de São Luís e é muito caro. Por isso, o melhor aeroporto para quem deseja visitar os Lençóis Maranhenses é o Aeroporto Internacional de São Luís (SLZ).

Para chegar às três bases principais, são necessárias diferentes rotas e meios de transporte. A base mais fácil de chegar de transporte público ou transfer privado direto de St. Louis é Barreirinhas. Para Santo Amaro, transfers privativos podem ser contratados do aeroporto ou de Barreirinhas. Para quem visita Artins, vale a pena pegar uma lancha ou 4×4 de Barreirinhas. Para outros, o ideal é contratar um serviço de transfer de Barreirinhas. Saiba mais detalhes de como chegar aos Lençóis Maranhenses.

Onde se hospedar nos Lençóis Maranhenses

Quem visita os Lençóis Maranhenses tem três bases principais: Barreirinhas, Atins e Santo Amaro. Apesar de estarem localizadas na mesma região, cada base tem características bem diferentes.

Barreirinhas é a base principal, onde há mais infraestrutura, maior variedade de restaurantes e onde estão localizados a maioria dos hotéis e pousadas dos Lençóis Maranhenses. A maioria dos passeios dos Lençóis Maranhenses também partem de lá, incluindo o viaduto nos Lençóis Maranhenses, passeios para Lagoa Azul e Lagoa Bonita, lanchas ou quadriciclos para Caburé (com Vassouras e Mandacaru), carros alegóricos no Rio Formiga e passeios de Atins e Santo Amaro. Essa é a melhor opção para quem tem poucos dias para viajar.

Atins é a base mais rústica e descolada dos Lençóis Maranhenses. Localizada entre o mar e as lagoas do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses, Atins atrai muitos kitesurfistas e também um público jovem. O local ainda mantém suas ruas de areia e é um paraíso rústico cheio de charme. Atins são especialmente interessantes por oferecer lagoas e praias no mesmo local. A boa notícia é que ambos estão facilmente disponíveis. Você não precisa visitar todos os dias.

Santo Amaro tem um estilo de vida autêntico onde moradores e visitantes convivem no mesmo espaço. A cidade, que ainda mantém seu caráter rural, é tranquila e pouco movimentada. Comparado a Barreirinhas, o ritmo de vida é bem mais lento. Apesar de não ser a primeira opção de hospedagem para muitos turistas, é importante que as lagoas dessa parte do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses sejam mais bonitas e imponentes. A vantagem é que o tempo de viagem da cidade até os pontos turísticos é muito menor, já que San Amaro está localizada dentro de um parque nacional.

Quanto tempo ficar nos Lençóis Maranhenses

Quanto mais tempo você ficar nos Lençóis Maranhenses, melhor. Há viagens incríveis na área e cada dia é melhor que o anterior. Chegar aos Lençóis Maranhenses também não é fácil, desde que você possa ficar. Leva de 4 a 5 dias para viajar para conhecer os pontos turísticos básicos de Barreirinhas. Depois de uma semana, você terá tempo para ficar em outra base e conhecer Santo Amaro ou Atins. Agora, se você quer saber tudo e ficar tranquilo, dez dias é uma ótima maneira de conhecer os Lençóis Maranhenses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.